Facebook registra patentes que podem interpretar as emoções do usuário

O Facebook mais uma vez inova na criação de tecnologias para gerar mais engajamento na rede social. Desta vez, a empresa registrou nos EUA três patentes que descrevem tecnologias capazes de detectar as emoções do usuário por meio dos sensores do celular, da câmera ou através do que escreve no perfil e no messenger.


O registro no órgão regulatório de patentes dos EUA (US Patent and Trademark Office) não significa, necessariamente, que os recursos serão utilizados na plataforma. Confira a descrição de cada um:


  • Rastreamento de expressões

A patente envolve um conteúdo polêmico, pois pode significar um nível mais acentuado de vigilância e perda de privacidade. O mecanismo de rastreio do rosto do usuário pela câmera do computador ou smartphone promete identificar a expressão facial da pessoa para reconhecer a sua reação a cada conteúdo visualizado no feed. Tudo isso em tempo real. Isso deve ajudar o Facebook OFERECER ao usuário um conteúdo mais relevante.


  • Criação de emojis “reais”

O documento descreve um sistema inteligente de reações que usaria a expressão real do usuário, através do uso da câmera do celular ou do computador. O Facebook seria capaz de identificar a emoção sentida pela pessoa e criar uma reação personalizada para interagir na publicação.


  • Interferência em conversas de texto

Através do Facebook Messenger e do WhatsApp, o mecanismo promete dar ênfase às emoções do usuário no transcorrer da conversa. Dependendo do teor do chat, alguns termos poderiam ser destacados automaticamente para reforçar a emoção de quem escreve, utilizando tanto o significado das palavras digitadas quanto os movimentos feitos pelo usuário no celular com o auxílio de sensores.


Imagem: jannoon028 / Freepik