Tecnologia brasileira poderá ajudar a controlar gastos com energia elétrica

Está em fase de elaboração no Brasil um projeto que poderá auxiliar os brasileiros a economizar nos gastos com energia elétrica. A tecnologia de desagregação do consumo está sendo desenvolvida a partir de um algoritmo criado na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). O projeto é executado pela startup Time Energyde Campinas, interior de São Paulo, e financiadoa pela Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL)

Ainda em fase de testes, a ideia dos desenvolvedores é lançar um acessório eletrônico que, conectado ao quadro de energia de uma residência ou estabelecimento comercial, vai possibilitar a coleta de informações sobre o consumo desagregado de energia. A startup também projeta, junto com a Unicamp, a criação de um aplicativo para smartphones que poderá interpretar as informações coletadas da rede elétrica. O app, além de mostrar o consumo de energia em tempo real, dará dicas de economia de energia para o consumidor. Desta forma, os usuários da tecnologia terão sempre em mãos o controle das suas contas de luz.

Estima-se que, quando ficar pronto, o hardware custe em torno de 400 reais para residências. Já para empresas, pela complexidade, deverá ter um custo maior. Até 2019, o projeto de desagregação do consumo terá investimento de 3,6 milhões de reais da CPFL por meio do programa de pesquisa e desenvolvimento da Aneel.


Crédito da foto: benzoix / Freepik